Um impressionante acréscimo de casos positivos de covid-19 tem perturbado o desenrolar normal do campeonato e levou já ao adiamento de meia centena de jogos, o que deixa a NHL sem margem de manobra em termos de calendário.

"Infelizmente, na sequência de profundas reformulações do calendário da época regular do campeonato NHL [...], já com 50 jogos adiados, a participação nos Jogos Olímpicos não é mais possível", refere um comunicado assinado pelo 'patrão' da NHL, Gary Bettman.

"A nossa prioridade é e deve continuar a ser o desenrolar da nossa época regular e dos ‘play-offs’ NHL na melhor maneira possível. É por isso que vamos utilizar a janela de 06 a 22 de fevereiro, inicialmente reservada aos Jogos Olímpicos, para reprogramar os jogos adiados ou que ainda o venham a ser", acrescenta o comunicado.

Bettman garante que se esperou "o mais possível" antes de tomar a decisão e que se "explorou todos os cenários possíveis para permitir a participação nos Jogos Olímpicos".

Em reação ao 'não' da NHL, a federação internacional da modalidade (IIHF) assume a "deceção" e acrescenta que "compreende perfeitamente" a decisão.

"Foi um choque ver como o calendário da NHL foi afetado quase de um dia para o outro, a decisão da NHL vai ao encontro do interesse dos jogadores e da sua saúde", escreve Luc Tardif, presidente da IIHF.

Também o Comité Olímpico Internacional lamenta o que está a acontecer.

"Lamentamos que o calendário da NHL tenha sido tão impactado pela pandemia. Estamos naturalmente desiludidos pelos jogadores, que perdem uma ocasião de ir aos Jogos, pela segunda vez", disse um porta-voz do COI, aludindo ao facto de os jogadores da NHL já não terem estado em 2018 em Pyeongchang, então por se considerar que o mercado sul-coreano não era interessante.

Desde 1998 que os jogadores da NHL vão aos Jogos Olímpicos, no que foi um processo similar ao do 'Dream Team' do basquetebol em 1992.

A falta das vedetas da NHL abre vaga, nos Estados Unidos e Canadá, para os jogadores que disputam os campeonatos universitários e secundários (AHL) e para quem joga nas ligas europeias, sobretudo na Rússia, Finlândia e Suécia.

A próxima oportunidade para os melhores será em 2026 em Milão-Cortina d'Ampezzo (Itália).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.