A ginasta Filipa Martins conquistou hoje a medalha de ouro, na trave, na Taça do Mundo de ginástica artística, que decorreu em Guimarães, troféu que junta ao bronze conseguido no sábado em paralelas assimétricas.

Beatriz Cardoso conseguiu o quinto lugar nos concursos de trave e solo, competição na qual Mariana Pitrez foi sétima.

O treinador das ginastas portuguesas, José Ferreirinha, considerou que as prestações foram boas e admitiu que a Taça do Mundo que decorreu em Guimarães foi preparação para o campeonato do Mundo que se realizada dentro de 15 dias em Estugarda, e que será importante para o apuramento olímpico.

“Nós estávamos com a preparação um bocado atrasada, devido a alguns constrangimentos físicos, que nos fizeram interromper algumas sessões de treino. Fiquei contente, uma vez que nenhuma prestação teve falhas graves e isso foi bom. Senti as notas um pouco baixas nas paralelas. De qualquer forma, as prestações foram boas e isso já foi um sinal positivo que nos dá garra a nós e às ginastas”, disse, em declarações à assessoria de imprensa da Federação de Ginástica de Portugal.

Na vertente masculina, Petrix Barbosa foi quarto nos saltos, após uma falha que não lhe permitiu manter o terceiro lugar das qualificações, enquanto Bernardo Almeida foi quinto em paralelas, e sétimo na barra fixa, depois de no sábado ter conquistado o bronze nas argolas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.