O norueguês Magnus Carlsen conservou hoje o título de campeão do mundo de xadrez, ao vencer, no Dubai, um quarto jogo ante o russo Ian Nepomniachtchi, que o desafiava.

Sem perder após os 11 primeiros desafios, de 14, Carlsen já não poderá ser ‘apanhado’ pelo oponente e por isso garante o título mundial pela quinta vez, conservando-o como tem feito desde 2013.

O número um por ‘ranking’, e favorito, forçou o russo a abandonar à 49.ª jogada, numa ‘final’ decidida após cinco empates num sexto encontro que é o mais longo de qualquer campeonato do mundo: quase oito horas de ‘luta’, e 136 movimentos registados.

Vários erros do russo, de 31 anos, deixaram o norueguês a caminho dos livros de história da modalidade, a uma vitória do recorde do alemão Emanuel Lasker, único hexacampeão de circuito unificado; os russos Garri Kasparov e Anatoly Karpov também têm seis triunfos, mas em dois circuitos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.