Portugal vai organizar entre 05 e 17 de dezembro, em Matosinhos, os campeonatos Mundiais de goalball, anunciou hoje a Associação Nacional de Desporto para Pessoas com Deficiência Visual (ANDDVIS), que tutela a modalidade em termos nacionais.

A prova, atribuída a Portugal pela Internacional Blind Sports Federation (IBSA), disputa-se nas vertentes masculina e feminina, estando ainda a decorrer o apuramento das seleções asiáticas.

A IBSA já tinha atribuído a Portugal a organização dos campeonatos europeus (grupo B), que decorrerão entre 12 e 20 de novembro, também nas duas naves do Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos.

Em declarações à ANDDVIS, a selecionadora portuguesa, Márcia Ferreira, considerou um “orgulho incomensurável” a atribuição a Portugal do evento, que reunirá 32 seleções, e classificou a competição como “uma oportunidade única em termos desportivos”.

“É uma oportunidade única para Portugal, que como organizador terá acesso à prova, algo que não aconteceria se o evento não fosse realizado no nosso país. Iremos agarrar por nós e por todos os portugueses, pelas nossas famílias e pela causa nobre do desporto paralímpico de alta competição esta oportunidade e faremos tudo para ver Portugal na luta com os melhores dos melhores”, afirmou.

O goalball é uma modalidade coletiva praticado por atletas com deficiência visual, no qual o objetivo é introduzir uma bola, com guizos metálicos, na baliza contrária através de lançamentos manuais.

A modalidade, criada para pessoas com deficiência, integra o programa paralímpico desde Toronto1976.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.