Um praticante de escalada italiano e três alpinistas franceses morreram hoje em acidentes distintos nos Altos Alpes e na Alta Saboia, na região dos Alpes no sudeste da França, informou a polícia.

O homem italiano, de 40 anos e natural de Milão, caiu de uma altura de uma centena de metros quando avançava no corredor Coolidge, caminho de escalada que conduz ao Monte Pelvoux, no maciço de Écrins.

Um alpinista francês morreu quando caiu do maciço do Monte Branco, a mais alta montanha de França. Um outro alpinista que o acompanhava sofreu vários traumatismos.

Duas montanhistas francesas, de 48 e 54 anos, morreram quando a corda se desprendeu de uma altura de 50 metros. Acompanhadas por um guia, as mulheres percorriam o caminho dos Enfetchores em direção a Brèche de la Meije, um cume a 3.300 metros de altitude.

O guia, de 32 anos, ficou ferido e foi transportado para o hospital.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.