O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou hoje “a organização e a prestação da seleção nacional” nos Mundiais de canoagem de maratonas, que hoje terminaram em Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo.

Portugal conquistou, ao todo, sete medalhas nas várias provas, ocupando o terceiro lugar no medalheiro, uma prestação, no global, que “muito orgulha todos os portugueses”, pode ler-se numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet.

“O Presidente da República congratula, em particular, Fernando Pimenta e José Ramalho, que hoje conquistaram a medalha de ouro na prova K2, sagrando-se campeões do mundo. Este último logrou ainda alcançar, ontem [sábado], o segundo lugar na prova de K1, uma medalha de prata e assim o título de vice-campeão do mundo”, acrescenta.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, e além dos pódios, foram alcançados “muitos outros resultados notáveis”, saudando “todos os atletas, técnicos e dirigentes que orgulhosamente representam Portugal ao longo de todo o ano”.

Fernando Pimenta conquistou o ouro em K2 com José Ramalho e também na short race, o mesmo metal conseguido em C1 na distância longa pela júnior Beatriz Fernandes, que também foi bronze na short race, aberta a todos os escalões etários.

José Ramalho, em K1, assegurou a única prata da seleção lusa, que celebrou ainda o bronze dos juniores Ana Pereira e Joel Miranda, ambos em C1.

Os Mundiais de maratonas juntaram em Ponte de Lima 890 canoístas, oriundos de 36 países.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.