O canoísta Fernando Pimenta assegurou hoje o seu 'habitual' pódio, com o bronze no K1 500 metros dos Europeus de Munique, nos quais Patrícia Mamona não foi além do quinto lugar, a quatro centímetros do bronze.

Os dois medalhados em Tóquio2020 tiveram sortes diferentes, com Pimenta a assegurar a sua 119.ª medalha internacional na primeira das quatro finais que vai disputar, enquanto Mamona, com uma época atípica, marcada por problemas físicos, saltou em 14,41 metros, não conseguindo igualar a marca de quarta-feira, a sua melhor do ano, em 14,45, que hoje valeu o bronze.

Fernando Pimenta fez questão de garantir cedo que a bandeira portuguesa subiria num dos mastros das cerimónias para os vitoriosos e começou até por uma distância que não é a sua especialidade, o K1 500 metros no qual averbou o bronze, o mesmo 'metal' de há duas semanas nos mundiais do Canadá, nos quais garantiu três pódios.

Depois de largar, foi buscar os dois favoritos e manteve aceso despique com eles até aos metros finais, terminando em 1.38,803 minutos, mais 0,791 segundos do que o campeão, o alemão Jacob Schoff (1.38,012), enquanto a medalha de prata foi para o húngaro Adam Varga (1.38,237).

O número 119 pode durar pouco no seu medalheiro além fronteiras, pois Pimenta vai disputar também a final do olímpico K1 1.000 e o K1 5.000 no sábado, bem como a regata das medalhas do K2 1.000, com João Duarte, no domingo.

Na canoagem adaptada, Norberto Mourão assegurou o seu 10.º pódio internacional, o bronze em VL2, não conseguindo manter o ouro europeu, ainda assim amealhando o mesmo 'metal' dos recentes mundiais de Halifax.

De resto, o dia ficou marcado pela garantia de mais seis finais, com destaque para Teresa Portela, com os K1 500 e 200, bem como João Ribeiro e Messias Baptista em K2 500, Kevin Santos em K1 200 e Hélder Silva em C1 200, além da de Pimenta e João Duarte no K2 1.000.

O atletismo nacional depositava em Patricia Mamona – viu a ucraniana Maryna Bekh-Romanchuktodas ‘voar’ a 15,02 - as esperanças da jornada que teve a estreia, em Europeus, da estafeta masculina 4x400 metros que bateu o recorde nacional da distância, com 3.03,59 minutos, mas acabou eliminada, com o 10.º lugar para João Coelho, Mauro Pereira, Ericsson Tavares e Ricardo dos Santos.

Leandro Ramos também estreou o lançamento do dardo luso nos Europeus, acabando em 20.º geral, com o melhor lançamento a 72,90 metros.

O ténis de mesa tem estado em destaque, sobretudo Tiago Apolónia que avançou para os quartos de final, nos quais garante logo uma medalha em caso de avançar para as ‘meias’: eliminou o favorito alemão Patrick Franziska por 11-8, 9-11, 5-11, 11-5, 11-8 e 11-8.

Foi precisamente nessa frustrante fase que ficou Shao Jieni, que perdeu, na ‘negra’ (4-3), que liderou até aos 7-6, ante a igualmente germânica Xiaona Shan, também de origem chinesa, e vice-campeã Olímpica no Rio2016, que se impôs por 9-11, 14-12, 11-6, 10-12, 11-8, 9-11 e 11-8.

Marcos Freitas ‘caiu’ nos oitavos de final, igualmente na ‘negra’, ante o consagrado alemão Dimitrij Ovtcharov, pelos parciais de 8-11, 11-8, 7-11, 13-11, 9-11, 12-10 e 5-11: João Geraldo uma ronda antes e Fu Yu já tinha saído de prova.

No cross country em bicicleta todo-o-terreno, Ricardo Marinheiro foi 42.º, com 1:23.22, a 5.13 minutos de Thomas Pidcock, enquanto Mário Costa foi 48.º, em 1:27.03, a 8.54 do britânico.

A segunda edição dos campeonatos Europeus multidesportos está a decorrer em Munique até domingo e reúne nove modalidades, estando Portugal representado em sete, nomeadamente atletismo, canoagem, ciclismo, ginástica artística, remo, ténis de mesa e triatlo.

Portugal soma já cinco medalhas, designadamente duas de ouro, através de Pedro Pablo Pichardo, no triplo salto, e de Iúri Leitão, no scratch do ciclismo de pista, uma de prata, por Auriol Dongmo, no lançamento do peso, e uma de bronze do canoísta Fernando Pimenta, no K1 500.

Na paracanoagem, Norberto Mourão garantiu o bronze na classe VL2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.