Tiago Duarte e Sara Leal estão na luta por medalhas de bronze na K1 Premier League, a decorrer em Matosinhos, enquanto Constança Matos, Tiago Almeida e Patrícia Esparteiro, esta última em ‘kata’, caíram na fase de grupos.

Em ‘kumite’ masculino -75kg, o jovem de 19 anos ultrapassou o grupo composto por Youcef Boukhecheba, Tuomas Inkeroinen e Hasan Masarweh, nos quartos-de-final venceu o azeri Beybarys Zhangbyr, mas ‘caiu’ perante o compatriota do adversário anterior Farid Aghayev nas ‘meias’, por 4-1, e, no domingo, vai lutar pela medalha de bronze.

Em declarações à agência Lusa, Tiago Duarte disse estar mais feliz por se ter sentido bem no ‘tatami’, do que propriamente pelo resultado.

“Dei o meu melhor, consegui fazer o que sei e isso é que me deixa mais feliz. Também estou contente pelo resultado, mas não é algo que me preocupa tanto quando estou prestes a entrar. [O último combate] foi difícil, já tinha combatido contra o atleta anteriormente, mas dias são dias e na próxima vez que o apanhar quero ganhar eu. No domingo vai ser igual, vou dar o máximo e esperar que o resultado seja o melhor para mim”, afirmou.

Por seu lado, em ‘kumite’ feminino -50kg, Sara Leal triunfou sobre Maria Depta e Erminia Perfetto, tendo saído derrotada nos ‘quartos’ pela número um do ‘ranking’ mundial, Serap Ozcelik, num combate renhido (2-0), a turca que acabaria por passar à final, abrindo assim a porta à repescagem da portuguesa, que no domingo vai lutar pela medalha de bronze.

“O meu objetivo é sempre vencer, passar a fase de grupos foi um extra, resultado do meu esforço durante os três combates e que se refletiu na passagem aos ‘quartos’. Foi uma vitória merecida na fase de grupos. O combate ‘quartos’ foi renhido, senti que era exequível e conseguia ganhar, foi por um triz. Mas estar entre as oito melhores é fantástico”, referiu Sara Leal.

Ao início do dia, a karateca portuguesa mais medalhada e 15 vezes campeã nacional, Patrícia Esparteiro, encerrou a prestação e a sua carreira no ‘tatami’, num grupo que incluía a n.º15 do ‘ranking’ mundial, Lidia Rodriguez, e a número seis, Kiyou Shimizu, saindo derrotada de ambos os duelos.

Pouco depois, Constança Matos estreou-se na competição - e enquanto sénior - no ‘kumite’ -50kg, mas ficou pela fase de grupos ao sair derrotada dos combates com a eslovena Ursa Haberl e, depois, pela margem mínima, com Serap Ozcelik, que eliminou Sara Leal nos ‘quartos’.

“O primeiro combate não correu tão bem. No segundo, contra a atual campeã do Mundo, senti-me bem, controlei bem o combate, embora tenha perdido pela margem mínima de 1-0. O futuro é promissor, confio no meu trabalho, atitude e dedicação e sei que isto foi um início de percurso nos seniores e nos palcos mundiais”, indicou Constança Matos.

À tarde, o campeão nacional de ‘kumite’ -75kg, Tiago Almeida, também ficou arredado da competição perante o austríaco Stefan Pokorny e o italiano Daniele de Vivo, que acabaria por cair nas ‘meias’, o que levou o português a admitir que “poderia ter feito melhor”.

“O objetivo não foi cumprido, agora é analisar o que fiz e tenho um mês para preparar o campeonato da Europa. Estou muito feliz pelo Tiago [Duarte], foi incrível, estou super orgulhoso de partilhar a categoria com ele. O apoio do público foi ótimo, quero agradecer a todos, sem eles teria sido ainda mais difícil”, apontou.

A Karate 1 - Premier League decorre em Matosinhos entre hoje e domingo, no Centro de Desportos e Congressos, reunindo os principais karatecas nacionais e mundiais, numa organização da FNKP. Na prova participam perto de 380 atletas de 63 países, representando os quatro continentes.

No sábado, é a vez de Flávia Ribeiro na categoria -68kg enfrentar a alemã Charlotte Grim, a grega Vasiliki Panetsidou e a italiana Silvia Semeraro, número dois do mundo, enquanto Rita Oliveira, em +68kg, disputar a passagem com a croata Lucija Lesjak e a número um do mundo Sofya Berultseva, do Cazaquistão.

A competição apresenta um novo modelo competitivo, o ‘round robin’, em que os atletas estão distribuídos por grupos de quatro elementos que combatem entre si e em que o primeiro classificado passa para os quartos-de-final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.