O acidente nos instantes iniciais no Grande Prémio da Bélgica vai sair caro às seis equipas que estiveram envolvidas.

A McLaren foi a equipa que ficou mais penalizada no acidente, já que o seu carro ficou em pior estado depois do bólide de Fernando Alonso ter sido projetado. Vão ser necessários 693.675 mil euros para recuperar o carro até à próxima corrida.

Já a Red Bull, depois do acidente de Daniel Ricciardo vai ser obrigado a pagar 271.540 euros. A Renault, que esteve na origem de toda a situação, nomeadamente por intermédio de Nico Hulkenberg tem danos na ordem dos 224.980 euros.

O monolugar de Sergey Sirotkin, da Mercedes, somou estragos no valor de 190,560 euros. O Sauber de Charles Leclerc também teve danos avultados, no valor de 137.330 euros. Por último, o carro de Kimi Raikkönen teve de desistir, somando estragos de 92,350 euros.

Somando todos os prejuízos, as equipas vão ter que despender 1,5 milhões de euros.

Veja o vídeo do acidente

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.