O piloto português Álvaro Parente (Bentley Continental GT3) terminou hoje na 13.ª posição os 1.000 quilómetros de Paul Ricard, em França, última prova pontuável para o GT World Challenge Europe Endurance Cup.

O portuense, que faz equipa com o espanhol Andy Soucek e o sul-africano Jordan Pepper, chegou a estar no quarto lugar, depois de partir da 14.ª posição, mas uma penalização sofrida por Pepper atirou o Bentley para 21.º.

Ainda assim, Parente conseguiu recuperar até ao 13.º posto final.

"Estávamos com um bom ritmo de corrida e poderíamos conquistar um bom resultado, mas aquela penalização destruiu qualquer possibilidade de uma boa classificação, até porque teve de ser cumprida logo após o ‘safety car’, o que nos fez perder muitos lugares. Daí para a frente, era muito complicado terminar numa boa posição. Foi pena", lamentou Álvaro Parente.

A prova foi vencida pelo Ferrari 488 GT3 da equipa composta por Alessandro Pier Guidi, Tom Blomqvist e Côme Ledogar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.