A equipa 2R Racing Kawasaki foi expulsa do Mundial de Supersport 300 em motociclismo por violar as regras de proteção anti-convid-19 exigidas pelo protocolo.

Vários membros da equipa transalpina encontraram-se quinta-feira para um momento social, que incluiu uma reunião e um jantar, que contou com convidados de outras formações, evento no qual não foram cumpridas as normas sanitárias de uso de máscara e distanciamento social.

Esta atitude valeu à equipa a expulsão do circuito para toda a época, pelo que os pilotos Victor Rodriguez e Alessandro Zanza não vão ter a possibilidade de competir.

A Dorna, cujo presidente Carmelo Ezpeleta, já tinha avisado há várias semanas que não hesitaria em expulsar uma equipa que não cumprisse com todas as medidas anti-coronavirus, é a mesma empresa que organiza o MotoGP, competição na qual participa o português Miguel Oliveira.

Após uma paragem competitiva de cerca de cinco meses, o regresso do campeonato implicou que as várias equipas tivessem de assinar um documento legal de sete páginas comprometendo-se a seguir todas as recomendações de um manual anti-covid-19 de 33 páginas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 673 mil mortos e infetou mais de 17,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.