O piloto indiano Chunchunguppe Shivashankar Santosh, da equipa Hero, está em coma induzido num hospital de Riade, na Arábia Saudita, depois de ter sofrido uma queda no decurso da quarta etapa da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno.

O piloto de 37 anos, companheiro de equipa dos portugueses Joaquim Rodrigues Jr. e Sebastian Bühler, caiu ao quilómetro 135 da tirada de hoje, a mesma na qual há um ano o português Paulo Gonçalves sofreu uma queda fatal, também quando tripulava uma Hero.

"Hoje foi uma especial bastante difícil e emotiva para nós pois foi nesta mesma tirada que há um ano perdemos o Paulo. Infelizmente, o Santosh sofreu uma queda hoje e não poderá continuar", disse o diretor da equipa, o alemão Wolfgang Fischer.

De acordo com o mesmo responsável, o piloto indiano foi inicialmente assistido pelos médicos da prova, mas foi depois transportado a um hospital de Riade, em virtude de um traumatismo craniano grave.

De forma a reduzir a atividade cerebral do piloto e impedir mais danos no cérebro, foi colocado em coma induzido.

Esta quinta-feira será submetido a mais exames para tentar perceber o alcance das lesões.

Hoje disputou-se a quarta de 12 etapas do rali Dakar, entre Wadi Ad-Dawasir e Riade, com 813 quilómetros, 337 deles cronometrados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.