O australiano Daniel Ricciardo foi o grande vencedor do Grande Prémio do Azerbaijão, oitava prova do Mundial de Fórmula 1. O piloto da Red Bull, que saiu do 10.º lugar da grelha, somou a quinta vitória da carreira. Foi, de resto, a primeira vitória de um carro fora do eixo Mercedes-Ferrari no Mundial de Fórmula 1.

Na atribulada prova azeri, com quatro entradas do ‘safety car’ e uma interrupção, com bandeira vermelha, Ricciardo somou o quinto triunfo da carreira, ao concluir a corrida em 02:03.55,570 horas, deixando o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) e o canadiano Lance Stroll (Williams), de 18 anos, na segunda e terceira posições, a 3,904 e 4,009 segundos, respetivamente.

Com o quarto lugar na corrida de hoje, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que sofreu uma penalização, manteve a liderança da classificação, com 153 pontos, agora mais 14 do que o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que não foi além do quinto posto no Azerbaijão. Bottas ocupa o terceiro lugar, com 111.

A Mercedes continua a ocupar o primeiro lugar nos construtores, com 250 pontos, seguida de Ferrari, com 226, e Red Bull, com 137.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.