O piloto australiano Daniel Ricciardo (McLaren) venceu, este domingo, o Grande Prémio de Itália, que fica marcado pelo acidente que envolveu Lewis Hamilton (Mercedes) e Max Verstappen (Red Bull), os dois pilotos que atualmente lutam pela liderança do campeonato mundial de pilotos de Fórmula 1.

Corrida histórica para a McLaren, uma vez que Lando Norris conseguiu o segundo lugar para a escuderia. O finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) fechou o pódio. Este foi primeiro triunfo para à equipa britânica desde o Grande Prémio do Brasil de 2012.

Ricciardo deixou o companheiro de equipa, o britânico Lando Norris, na segunda posição, a 1,747 segundos, numa ‘dobradinha’ da McLaren, com o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) em terceiro, a 4,921, aproveitando uma penalização de cinco segundos atribuída ao mexicano Sérgio Perez (Red Bull).

O holandês Max Verstappen (Red Bull) continua na liderança do campeonato, com cinco pontos de vantagem sobre o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), depois de os dois pilotos terem ficado hoje fora de prova, na sequência de um toque entre ambos na 26.ª volta.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.