Esta segunda-feira aconteceu o regresso oficial da Fórmula 1 com chegada do Troféu do Grande Prémio de Portugal. David Coulthard, antigo piloto de Fórmula 1, foi o responsável pela apresentação da taça e salientou a importância do regresso do Grande Prémio de Portugal.

"Toda a gente reconhece a importância de Portugal na Fórmula 1. Para o Senna este país era como casa quando ele estava na Europa. Para mim, é fantástico que a Fórmula 1 possa voltar a Portugal, apesar de não ser ao Estoril mas a Portimão", começou por dizer.

Quanto ao palco, David Coulthard considerou que "os pilotos vão todos aprovar o circuito" e que "têm de atacar a pista." “É uma bonita montanha-russa, com elevações. É preciso ser bravo e atacar. O Lewis Hamilton, o Max Verstappen e todos os outros vão aproveitar”, antecipou o britânico, na apresentação oficial da próxima prova do Mundial, a realizar-se no Autódromo Internacional do Algarve.

A primeira das 13 vitórias de David Coulthard na Fórmula 1 aconteceu em Portugal, no Autódromo do Estoril, em 1995, com o britânico a recordar igualmente "muitas memórias divertidas" num "importante país" na história do automobilismo.

"Passei muito tempo em Cascais. Fiz muitos testes, consegui o meu primeiro pódio no Estoril. Lembro-me do desafio e das festas. Tenho memórias muito boas, além de que o clima é muito melhor que o da Escócia", admitiu.

David Coulthard falou também sobre Lewis Hamilton, que este fim-de-semana fez história ao igualar o recorde de triunfos de Michael Schumacher, e recordou o antigo piloto alemão. "Não há pressão. O Michael foi incrível, sempre tentei batê-lo, mas só depois de me reformar é que percebi o impacto que ele teve na minha carreira. Já cantava o hino da Alemanha, quase me esqueci que era não era alemão. É um verdadeiro profissional, tal como o Lewis é hoje. Há muitas pessoas que pensam que só conta o que acontece na pista, e não é nada assim", considerou.

David Coulthard era piloto da McLaren quando Lewis Hamilton ingressou na ‘escuderia’ e lembrou uma entrevista ao atual líder do Mundial de Fórmula 1, que disse, na altura, que iria ficar com o seu lugar, mas "conseguiu muito mais do que isso", caracterizando-o como "excecional".

Recorde-se que a Fórmula 1 vai regressar a Portugal, 24 anos depois. A prova realiza-se entre os dias 23 e 25 de outubro, no Autódromo de Portimão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.