Brasil, Estados Unidos, México e Canadá ficaram excluídos do calendário do campeonato do mundo de Fórmula 1, devido à pandemia de covid-19, confirmou hoje a organização do circuito.

A exclusão do continente americano ficou a dever-se "ao desenvolvimento da pandemia de covid-19, às restrições locais e à importância de manter as comunidades e parceiros a salvo".

Este anúncio ocorre no mesmo dia em que foi confirmada a realização do Grande Prémio de Portugal, em Portimão, em 25 de outubro, e de mais duas corridas, em Nurburgring, na Alemanha, e em Imola, em Itália, em 11 de outubro e 01 de novembro, respetivamente.

É oficial: 24 anos depois, a Fórmula 1 está de regresso a Portugal
É oficial: 24 anos depois, a Fórmula 1 está de regresso a Portugal
Ver artigo

O diretor-executivo da Fórmula 1, Chase Carey, assumiu hoje o compromisso de contar com o continente americano no calendário de 2021.

"Queremos homenagear os nossos incríveis parceiros na América e esperamos poder contar com eles, novamente, na próxima temporada, quando, mais uma vez, conseguirem emocionar milhões de adeptos de todo o mundo", referiu Carey.

O Mundial de 2020 contempla a realização de 13 corridas, depois da reformulação do calendário inicial, que previa 22, devido à pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.