Mick Schumacher vai ser piloto da Haas a partir de 2021. A equipa norte-americana oficialização a celebração de um contrato de "vários anos" com o filho de Michael Schumacher, fechando assim a sua grelha de pilotos para o próximo ano.

"A ideia de estar na grelha de partida da Fórmula 1 no próximo ano deixa-me incrivelmente feliz. Estou sem palavras", disse o piloto germânico, de 21 anos, citado num comunicado da equipa.

No mesmo documento, o filho do sete vezes campeão mundial de Fórmula 1 mostrou-se "agradecido" à Ferrari, à Academia Ferrari e aos seus pais, frisando sempre ter acreditado "que o sonho de correr na Fórmula 1 se tornaria realidade".

Já o italiano Günter Steiner, chefe da equipa Haas, explicou que a contratação de Mick Schumacher se deveu "ao seu rendimento".

Na terça-feira, a Haas já tinha confirmado que o russo Nikita Mazepin, de 21 anos, iria ser um dos pilotos da próxima temporada. Mazepin é atualmente terceiro classificado no Mundial de Fórmula 2 e já foi piloto de testes da Force India e da Mercedes.

Neste momento Mick Schumacher é líder do Mundial de Fórmula 2, ao serviço da Prema Racing, com 14 pontos de vantagem sobre Callum Ilott. O filho de Michael Schumacher pode sagrar-se campeão do Mundo na categoria que serve de antecâmara à Fórmula 1 já no próximo fim-de-semana, na penúltima corrida época, que será realizado em Sakhir, no Bahrein.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.