O Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 arranca hoje no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, 24 anos depois da última passagem da modalidade por território nacional, com as duas primeiras sessões de treinos livres.

Os 20 carros sairão para a pista às 11:00 e às 15:00, em duas sessões que servirão de primeira adaptação a um traçado desconhecido da maioria dos pilotos.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes), líder do Mundial com 230 pontos, pode fazer história, pois em caso de triunfo torna-se no piloto mais vitorioso de sempre na disciplina máxima do desporto automóvel, suplantando as 91 corridas ganhas pelo alemão Michael Schumacher.

O Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 é a 12.ª prova da temporada e disputa-se no Autódromo Internacional do Algarve entre hoje e domingo, 24 anos depois da última passagem do ‘Grande Circo’ por Portugal.

O país vai acolher uma prova do campeonato do Mundo de Fórmula 1 pela 17.ª vez, beneficiando da revolução na época provocada pela pandemia de covid-19.

O Mundial de 2020 deveria ter começado em 15 de março, em Melbourne, na Austrália, com a primeira das 22 provas previstas, mas o eclodir da doença provocada pelo novo coronavírus levou ao cancelamento do Grande Prémio, dois dias antes da corrida.

Seguiram-se cancelamentos (13) e adiamentos de provas (cinco), em vários continentes, tendo a organização decidido, em abril, avançar com o campeonato, a partir de julho, com um calendário com 15 a 18 Grandes Prémios, maioritariamente concentrados na Europa.

A presença do GP de Portugal, que terá 27.500 espetadores, no calendário foi confirmada em 24 de julho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.