Lewis Hamilton, atual campeão do mundo de Fórmula 1 pela Mercedes, acredita que os carros da Ferrari são atualmente meio segundo mais rápidos que os adversários, em declarações dadas nesta sexta-feira.

"Os carros da Ferrari são atualmente os mais rápidos", declarou Hamilton durante uma conferência de imprensa no último dia de testes da pré-temporada em Barcelona.

"A distância para a Ferrari está na casa do meio segundo", continuou. Mas "treino é treino e não há recompensa por andar mais rápido. O importante é ser o mais rápido em Melbourne", onde será disputado a 17 de março o primeiro Grande Prémio da temporada.

Para Hamilton, as três mesmas equipas da temporada passada seguem à frente dos demais adversários, a Ferrari, a Mercedes e a Red Bull. "Mas as outras equipas reduziram a diferença. Não sei quem é o quarto classificado, mas estão muito mais perto do que antes".

Segundo Hamilton, equipas como Renault ou Racing Point (ex-Force India) podem entrar na disputa pelas primeiras posições em 2019. No ano passado, além de Mercedes, Ferrari e Red Bull, somente a Force India conseguiu subir no pódio (3º lugar no Azerbaijão).

O piloto britânico garantiu que os últimos dias de testes em Barcelona foram "muito positivos" para a Mercedes, que procura "otimizar os aperfeiçoamentos" no carro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.