O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conseguiu hoje o melhor tempo na qualificação para o Grande Prémio de Itália, 13.ª prova do Mundial de fórmula 1, interrompendo uma série de quatro “pole positions” do companheiro de equipa, Nico Rosberg.

Depois do acidente entre os dois pilotos da Mercedes na última corrida, Hamilton e Rosberg voltaram a dominar a qualificação – apenas na Áustria não foi um carro da escuderia alemã a sair da primeira posição -, com o britânico a levar desta feita a melhor, conseguindo a quinta “pole position” da temporada.

O campeão do Mundo em 2008 rodou em 1.24,109 minutos, menos 0,274 segundos do que Rosberg (1.24,383), líder do Mundial, com 29 pontos mais do que Hamilton.

Da segunda linha da grelha vão sair os dois carros da Williams, conduzidos pelo finlandês Valtteri Bottas (1.24,697 minutos) e pelo brasileiro Felipe Massa (1.24,865).

Os quatro da frente foram os únicos a conseguir rodar abaixo dos 1.25 minutos, com os dois McLaren a partirem da terceira linha, tendo o dinamarquês Kevin Magnussen o quinto mais rápido, em 1.25,314, e o britânico Jenson Button, campeão do Mundo em 2008, o sexto, em 1.25,379.

A correr perante os adeptos da Ferrari, o espanhol Fernando Alonso foi apenas sétimo, com um tempo de 1.25,430 minutos, menos 0,006 do que o campeão do Mundo, o alemão Sebastian Vettel (Red Bull).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.