O britânico Lewis Hamilton (Mercedes), bicampeão mundial de Fórmula 1 em exercício, vai partir da ‘pole position’ para o Grande Prémio da Áustria, depois de hoje ter sido o mais rápido na qualificação para a nona prova do campeonato.

Hamilton, que ocupa o segundo lugar no Mundial de 2016, estabeleceu a melhor volta ao circuito Red Bull Ring, em Spielberg, com o tempo de 1.07,922 minutos (média de 229,287 km/h), assumindo-se como o único piloto que conseguiu baixar a barreira de 1.08 minutos.

O britânico, que já conquistou três títulos na disciplina rainha do desporto automóvel (2008, 2014 e 2015), vai arrancar do primeiro lugar da grelha de partida na Áustria pelo segundo ano consecutivo, depois de ter conquistado a quinta ‘pole position’ de 2016 e a 54.ª da carreira.

O alemão Nico Rosberg, líder do Campeonato do Mundo, foi o segundo mais veloz, a 543 centésimos do colega de equipa na Mercedes, mas terá de partir do sétimo lugar da grelha, uma vez que foi penalizado em cinco lugares no arranque, por ter precisado de substituir a caixa de velocidades.

Rosberg sofreu um acidente a 20 minutos do final da terceira e última sessão de treinos livres, que obrigou à troca da caixa de velocidades, elemento que, de acordo com os regulamentos, tem de resistir a, pelo menos, seis corridas.

O alemão Nico Hulkenberg (Force India) obteve o terceiro melhor tempo, já a distantes 1,363 segundos de Hamilton, enquanto o compatriota Sebastian Vettel (Ferrari) obteve a quarta marca, a 1,859, mas o tetracampeão mundial foi também penalizado em cinco lugares na grelha de partida, pelo mesmo motivo de Rosberg.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.