O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou hoje a ‘pole position’ do Grande Prémio da Toscânia de Fórmula 1, nona prova da temporada, batendo o companheiro de equipa, o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes).

O tempo de Hamilton, de 1.15,144 minutos, é um novo recorde do circuito italiano, que regressou este ano ao Mundial de Fórmula 1.

Esta foi a 95.ª ‘pole position’ da carreira do britânico, um recorde na história da Fórmula 1, e a 69.ª para a Mercedes.

Valtteri Bottas ficou a apenas 59 milésimos de segundo, numa sessão que ficou marcada pelo despiste do francês Esteban Ocon (Renault), que provocou uma situação de bandeiras amarelas.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) foi o terceiro, já a 365 milésimos de segundo do mais rápido.

Nota ainda para o quinto posto do monegasco Charles Leclerc (Ferrari) e do 16.º do francês Pierre Gasly (Alpha Tauri), vencedor da ronda anterior.

"Tem sido um fim de semana realmente difícil para mim. O Valtteri foi mais rápido do que eu na sexta-feira e mesmo hoje de manhã. Foi preciso trabalhar no duro para conseguir batê-lo", frisou Hamilton, líder do campeonato, com 164 pontos.

Esta é a sétima vez consecutiva que dois Mercedes ocupam a primeira linha da grelha de partida, ficando a duas do recorde estabelecido nas épocas de 2014 e 2015.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.