O piloto suíço Jason Dupasquier, de ascendência portuguesa, morreu hoje aos 19 anos, após queda no sábado durante a qualificação do Grande Prémio de Itália de Moto3, naquela que foi a quinta morte no Mundial de velocidade neste século.

Jason Dupasquier sofreu no sábado um acidente na parte final qualificação de Moto3, que envolveu também o japonês Ayumu Sasaki e o espanhol Jeremy Alcoba, tendo sido assistido durante mais de 30 minutos na pista do circuito de Mugello, antes de ser transportado de helicóptero para o hospital.

O piloto, que foi atingido por uma das motas após a queda, ainda foi operado, mas não resistiu aos ferimentos sofridos.

A primeira morte no Mundial de velocidade neste século foi do japonês Daijiro Kato, em 2003, depois embater num muro no circuito de Suzuka, no Grande Prémio do Japão de MotoGP. O piloto ainda esteve vários dias em coma, mas acabou por não resistir.

Sete anos depois, em setembro de 2010, o também japonês Shoya Tomizawa morreu após uma queda no Grande Prémio de São Marino de Moto2. O piloto perdeu o controlo da sua mota e os pilotos que o seguiam não conseguiram evitar o choque.

Em outubro de 2011, foi o italiano Marco Simoncelli a perder a vida depois de uma queda no Grande Prémio da Malásia de MotoGP, em Sepang. Também neste acidente mortal, os pilotos que seguiam em pista não conseguiram evitar o impacto com o piloto italiano.

Já em junho de 2016, foi o espanhol Luis Salom que morreu após uma queda na última sessão dos treinos livres do Grande prémio da Catalunha de Moto2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.