Depois de uma corrida alucinante, em que passou um pouco por tudo, desde partir na pole position a ver-se sozinho na grelha de partida, cair para o fundo do pelotão e recuperar até ao terceiro lugar, Lewis Hamilton acabo por se sentir mal no final da prova, já depois da cerimónia no pódio.

Entrevista exclusiva a Lewis Hamilton: "Devemos celebrar as nossas diferenças e não permitir que elas nos dividam"
Entrevista exclusiva a Lewis Hamilton: "Devemos celebrar as nossas diferenças e não permitir que elas nos dividam"
Ver artigo

A sua equipa, a Mercedes, anunciou que Hamilton foi visto pelo médico após a corrida em Hungaroring por apresentar queixas de "cansaço e leves tonturas".

Durante a cerimónia do pódio, onde chegou depois de realizar inúmeras ultrapassagens bem suadas, com destaque para um intenso duelo com Fernando Alonso, queixando-se mesmo pela rádio à sua equipa de algumas manobras do espanhol, o atual campeão do mundo de Fórmula 1 apresentava já visivelmente um semblante cansado.

A seu lado no pódio estiveram, recorde-se, o francês Esteban Ocon, que se estreou a ganhar, e o veterano Sebastian Vettel.

Piloto britânico diz que problemas podem derivar da COVID-19

Lewis Hamilton afirmou, deopis de assistido pelo médico, que suspeita que estes problemas derivem da COVID-19 e de efeitos longo prazo desta infeção.

"Tudo ficou um pouco desfocado no pódio", disse o piloto da Mercedes, antes de confessar que é algo que tem vindo a sentir há já algum tempo. "Na verdade tenho estado a lutar durante todo o ano para me manter saudável depois do que aconteceu no final do ano passado. Ainda é uma batalha", afirmou em declarações reproduzidas pela Reuters.

Hamilton testou positivo à COVID-19 em dezembro de 2020, tendo mesmo, na altura, sido forçado a ficar de fora do penúltimo Grande Prémio da temporada passada, em Sakhir, no Bahrein.

"Não falei com ninguém em particular sobre o assunto, mas penso que é algo que persiste. Desde que acusei positivo o treino tem sido diferente e os níveis de fadiga também são diferentes", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto