O holandês Max Verstappen, mais jovem vencedor de sempre de um Grande Prémio de Fórmula 1, vai continuar ligado à Red Bull até 2020, anunciou hoje a escuderia austríaca.

O piloto, de 20 anos, atualmente em sexto no Mundial de pilotos, tinha contrato até 2018, mas tinha dado a entender que poderia deixar a atual equipa, por causa dos resultados menos bons e dos problemas com o motor.

Após uma primeira abordagem em tom de ameaças, a Red Bull inverteu a posição a acabou mesmo por renovar com o piloto, que assim fica com um vínculo total de cinco anos (estreou-se em 2016) aos austríacos.

"A Red Bull sempre mostrou confiança em mim com ações: convidou-me para seu programa de desenvolvimento quando eu tinha 16 anos e depois proporcionou-me começar na F1 quando eu tinha 17. Sempre me apoiou e à minha ambição, e sei que dividimos esta ambição", disse Verstappen.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.