Miguel Oliveira (KTM) aponta a uma classificação entre os dez primeiros no Grande Prémio de Inglaterra de MotoGP, 12.ª prova do Mundial de motociclismo, que se disputa no próximo fim de semana, em Silverstone.

Depois de ter conseguido a melhor classificação da temporada na ronda anterior, na Áustria, com um oitavo lugar, o piloto almadense espera que os progressos evidenciados com a nova mota, agora totalmente de fábrica, se tornem mais consistentes.

"Depois do grande fim de semana que tivemos na Áustria, espero ansiosamente continuar o bom trabalho com a equipa e estar mais perto do ‘top’ 10", disse o piloto português, em declarações divulgadas pela assessoria de imprensa da equipa Tech3.

Sobe a prova britânica, Miguel Oliveira diz que “é sempre uma corrida interessante, sobretudo devido ao tempo”, que apresenta muitas vezes “temperaturas baixas e condições difíceis”.

A prova de 2018 acabou mesmo por ser cancelada devido à chuva que se abateu sobre o circuito e à fraca capacidade de drenagem da pista, que posteriormente recebeu um novo asfalto.

"Estamos motivados e em boa forma para continuar o bom trabalho. A pista, em si, é muito desafiante. É longa [5,9 quilómetros], com muitas curvas rápidas, mas também pontos de travagens fortes. Por isso, é uma mistura de tudo o que se pode encontrar num circuito. Será interessante conduzir ali uma mota de MotoGP", terminou Miguel Oliveira.

O GP de Inglaterra é a 12.ª prova das 19 do campeonato do mundo, em cuja classificação Miguel Oliveira ocupa a 15.ª posição, com 26 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.