O piloto português Miguel Oliveira (Mahindra) manifestou-se hoje “contente” com a participação no Grande Prémio da Holanda, que terminou na quarta posição, depois de ter arrancado da sua primeira “pole”.

«Estou contente porque sinto que demos mais um passo no desenvolvimento da Mahindra. Conseguir a pole e a volta mais rápida em corrida é a prova disso», disse Miguel Oliveira, citado pela sua assessoria de imprensa.

Terminada a sétima prova do Mundial de velocidade, o piloto luso, que compete na categoria de Moto3, está mais otimista: «Embora falte ainda um pouco de potência, já conseguimos estar até ao final junto dos adversários».

De facto, Miguel Oliveira lutou do início ao fim com um quarteto de espanhóis para terminar em quarto, isto depois de ter chegado a rodar em terceiro em plena volta final, para acabar a escassos 378 milésimos de segundo do vencedor, Luis Salom (KTM).

«Como tinha previsto, a corrida foi dura. Tanto eu como a equipa, merecíamos um lugar no pódio, mas hoje não foi o dia. Já estou com a cabeça na Alemanha (14 de julho) e muito motivado, sobretudo porque está a ser preparado um novo upgrade».

Miguel Oliveira repetiu em Assen o seu melhor registo da temporada – o quarto lugar de Mugello – e ficou mais perto do quinto lugar do campeonato: soma agora 56 pontos, contra 59 de Alex Marquez e 73 do alemão Jonas Folger (Kalex KTM).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.