O português Miguel Oliveira (KTM) espera conseguir "recuperar das dores no ombro direito" durante a noite, de forma a melhorar o desempenho no sábado, na sessão de qualificação para o Grande Prémio da São Marino de MotoGP.

O português terminou o dia a 1,587 segundos do mais rápido, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha), tendo cumprido 36 voltas, divididas pelas duas sessões de treinos livres da 13.ª prova do Mundial de motociclismo de velocidade.

"Este primeiro dia foi complicado devido à lesão, mas também ao facto de termos falhado os testes aqui realizados [no final de agosto], o que nos tirou muitas referências. Resta-me rodar e ir construindo essas referências [de travagens] ao longo das voltas", disse Miguel Oliveira, citado pela assessoria de comunicação da equipa.

O piloto português não escondeu que a lesão no ombro direito tem sido limitativa do desempenho em pista: "A força e a estabilidade do ombro são um problema, mas irei tentar recuperar durante a noite, com alguma fisioterapia, para ver se melhora para amanhã [sábado]. Espero conseguir ter mais velocidade para estar mais próximo dos da frente", sublinhou.

O piloto luso da KTM chega à 13.ª prova da temporada na 17.ª posição do Mundial de MotoGP, com 26 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.