O português Miguel Oliveira (Mahindra) lutou hoje do início ao fim com um quarteto de espanhóis para terminar em quarto a corrida de Moto3 do Grande Prémio da Holanda, em Assen, sétima prova do Mundial.

Saído da primeira “pole” lusa na história do Mundial de velocidade, Miguel Oliveira perdeu a liderança logo no arranque e nunca mais a recuperou, mas conseguiu manter-se no quinteto da frente e chegou a “ameaçar” o primeiro pódio da época.

Depois de muito tempo a fechar o grupo, o piloto luso ultrapassou Alex Marquez (KTM) no início da última volta e subiu ao quarto posto, conseguindo mesmo rodar, momentaneamente, no terceiro, que, no entanto, não conseguiu segurar.

Ainda assim, Miguel Oliveira repetiu o seu melhor registo da temporada – o quarto lugar de Mugello – e ficou mais perto do quinto lugar do campeonato: soma agora 56 pontos, contra 59 de Alex Marquez e 73 do alemão Jonas Folger (Kalex KTM).

Miguel Oliveira, que chegou a marcar a volta mais rápida da corrida, terminou a a 378 milésimos de segundo do vencedor, Luís Salom (KTM), que cumpriu a prova em 38.20,086 minutos, somando o terceiro triunfo consecutivo no campeonato, após Itália e Catalunha, e o quarto da temporada.

Salom impôs-se sobre a meta aos compatriotas Maverick Viñales (KTM), a 0,122 segundos, e Alex Rins (KTM), que terminou a 0,282, depois de ter liderado a corrida durante muito tempo e ter conseguido mesmo fugir aos quatro perseguidores.

No campeonato, Salom contabiliza agora 152 pontos, mais 10 do que Viñales e já mais 35 em relação a Rins, sendo que, em termos de equipas, a KTM manteve o pleno de triunfos.

A próxima corrida de Moto3 do Mundial de motociclismo, a oitavo do campeonato, está marcada para 14 de julho, na Alemanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.