O português Miguel Oliveira (KTM) garantiu hoje o sétimo melhor tempo no primeiro dia de treinos livres para o Grande Prémio da Áustria de MotoGP, posição que lhe dá uma vaga provisória na segunda fase da qualificação.

O piloto almadense foi o melhor representante das quatro KTM em pista, no grande prémio caseiro da marca austríaca, conseguindo o melhor resultado desde que, no início da época, ascendeu à classe rainha do Mundial de Velocidade.

Oliveira conseguiu a sua melhor volta na segunda das duas sessões do dia de hoje, com o tempo de 1.24,326 minutos, a apenas 410 milésimos de segundo do mais rápido, o espanhol Marc Márquez (Honda).

"Foi uma sexta-feira muito positiva. Tivemos um bom treino durante a tarde, com muito bom ritmo de corrida com os pneus usados. No final, na última saída para a pista, conseguimos um tempo rápido que, pela primeira vez, nos coloca na segunda fase da qualificação (Q2) à sexta-feira", destacou o piloto português.

No entanto, esta é apenas uma posição provisória e a carecer de confirmação nas duas sessões de treinos livres de sábado, que antecedem a qualificação para a corrida de domingo.

Ainda assim, Miguel Oliveira considera que "é um bom resultado, neste Grande Prémio que é especial para a KTM" e "uma motivação para todos" continuarem "a trabalhar e a melhorar".

O piloto português bateu pilotos como os italianos Valentino Rossi (Yamaha) ou Danilo Petrucci (Ducati), além das duas KTM oficiais, do espanhol Pol Espargaró (10.º) e do francês Johann Zarco (15.º).

O GP da Áustria de MotoGP é a 11.ª prova da temporada e disputa-se no Red Bull Ring, em Spielberg.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.