O antigo piloto e vencedor do rali Dakar de todo-o-terreno em carros e motas Hubert Auriol morreu hoje em Paris, aos 68 anos, vítima de problemas cardíacos, informou a imprensa francesa.

Auriol foi o primeiro piloto a conseguir vencer a prova em motas (1981 e 1983) e em carros (1992), antes de passar para o lado da organização durante uma década, entre 1995 e 2004, já ao serviço da Amaury Sports Organization (ASO).

Dirigiu outras provas de todo-o-terreno como o Africa Race ou o China Gran Rally.

Em 1987, ano em que sofreu um violento acidente na última participação de mota no Dakar, bateu o recorde da volta ao mundo em avião de hélices, em 88 horas e 49 minutos, juntamente com o piloto de Fórmula 1 Henry Pescarolo.

Nascido na Etiópia, em 1952, Auriol ficou conhecido como “Hubert, o africano”, foi vítima de “um acidente cardiovascular, na sequência de um longo combate contra uma doença”, disse a sua família à agência noticiosa AFP.

Na sua autobiografia, publicada em 2019, Auriol resumiu o seu estado de espírito: “Se é impossível, deve ser interessante”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.