O antigo piloto austríaco de Fórmula 1 (F1) Niki Lauda obteve hoje alta hospitalar, cerca de três meses após ter sido sujeito a um transplante pulmonar urgente, anunciou o hospital de Viena onde o ex-campeão mundial estava internado.

Lauda, de 69 anos, campeão mundial 1975, 1977 e 1984, teve alta apesar de “ainda se encontrar em regime intensivo de recuperação”, depois de ter sido internado no início de agosto, devido a complicações relacionadas com uma infeção pulmonar grave, que culminou no transplante.

Em 1976, o ex-piloto esteve envolvido num grave acidente no Grande Prémio da Alemanha, do qual resultaram consequências físicas permanentes, que já o obrigaram a submeter-se a dois transplantes renais, em 1997 e em 2005.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.