O chefe da equipa Mercedes de Fórmula 1, Toto Wolff, admitiu hoje que os pilotos da escuderia tiveram sorte ao terminar o Grande Prémio da Áustria, já que os seus monolugares tiveram problemas elétricos na caixa de velocidades.

Toto Wolff reconheceu que os seus pilotos "tiveram a sorte de terminar a corrida", que valeu a vitória ao finlandês Valtteri Bottas, precisamente num dos monolugares da equipa germânica.

"A fiabilidade causou-nos verdadeira preocupação e é algo em que estamos a trabalhar com a máxima prioridade. Numa temporada mais curta, com um número de corridas ainda por determinar, cada ponto conta, pelo que devemos melhorar esse aspeto rapidamente", sublinhou, em declarações difundidas em comunicado pela própria equipa Mercedes.

Toto Wolff anunciou que a escuderia terá "novos componentes" para utilizar já na corrida do próximo domingo, no mesmo Red Bull Ring de Spielberg onde se disputou a corrida anterior. Desta vez, será o GP da Estíria.

Após uma corrida disputada, Valtteri Bottas lidera o campeonato, com 25 pontos, mais sete do que o monegasco Charles Leclerc (Ferrari). O campeão Lewis Hamilton (Mercedes) é apenas quarto, com 12.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.