Depois da vitória de Miguel Oliveira no Grande Prémio de Portugal, a última prova do calendário da modalidade em 2020, já se olha para o calendário de 2021 e para a forte possibilidade de Portimão voltar a receber as motos mais velozes de novo.

Manuel Marinheiro, presidente da Federação Portuguesa de Motociclismo, admitiu, em declarações ao jornal 'O Jogo', que a MotoGP pode regressar a Portimão já em abril, batendo Indonésia e Rússia na luta pelo lugar deixado pela República Checa.

"Havia um pré-acordo para que o circuito estivesse de reserva em 2021, mas é muito provável que tenhamos o MotoGP novamente para o ano", disse.

Com as alterações provocadas pela pandemia, o Autódromo Internacional do Algarve viu o campeonato de MotoGP chegar mais cedo, depois de assinar um pré-acordo com a Dorna [organizadora do campeonato] para que o circuito fizesse parte do calendário a partir de 2022.

"Estava previsto fazer parte do calendário e contamos que assim seja. Depende sempre dos investimentos e apoios, sabendo como nos dá retorno tanto económico como por termos um português a brilhar", acrescentou.

Também Carmelo Ezpeleta, presidente da Dorna, abriu a porta a um regresso a Portimão já no próximo ano. Em declarações ao canal britânico 'BT Sports' e depois de um pedido da jornalista do canal para manter o traçado no campeonato, Ezpeleta adiantou que esta foi uma descoberta que querem manter.

"Também adorámos Portimão, foi uma descoberta para nós. Vamos tentar manter Portimão no calendário para o próximo ano também", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.