A seleção portuguesa terminou em quinto lugar os Seis Dias Internacionais de Enduro (ISDE), cuja 95.ª edição terminou em Piemonte, na Itália.

A equipa lusa, com Rui Gonçalves (Sherco), Luís Oliveira (Yamaha) e Diogo Ventura (Beta), competiu no Troféu Mundial e concluiu a prova com o tempo de 13:32.03,62 horas, a 36.40,60 minutos dos vencedores, precisamente, os italianos, que dominaram desde o primeiro dia.

O derradeiro dia de competição foi reservado para o motocrosse final, em que Luís Oliveira foi o melhor representante nacional, sendo quinto na sua manga.

Entre os juniores, a seleção nacional manteve o 10.º lugar conquistado na véspera. Rodrigo Luz (Yamaha), Gonçalo Sobroso (Beta) e Renato Silva (Beta) terminaram a prova com o tempo de 14:33.40,31 horas, ficando a 1:23.53,53 hora dos vencedores, também italianos.

Já a seleção feminina, com Rita Vieira (Yamaha), Joana Gonçalves (Husqvarna) e Bruna Antunes (Gas Gas), manteve a quarta posição, terminando com o tempo de 10:03.38,49 horas, finalizando a 32.21,65 minutos da equipa vencedora, dos Estados Unidos. Joana Gonçalves foi a melhor representante, ao ser quarta.

A 95.ª edição dos ISDE, os ‘jogos olímpicos’ da modalidade, terminou hoje, depois de em 2020 a prova não se ter realizado devido à pandemia de covid-19.

Portugal já acolheu a prova por três vezes, em 1999 (Coimbra), em 2009 (Figueira da Foz) e em 2019 (Portimão).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.