O francês Sébastien Loeb e a espanhola Cristina Gutiérrez, da equipa do britânico Lewis Hamilton, foram hoje os mais rápidos na qualificação para a primeira prova do novo campeonato Extreme E, para SUV elétricos.

No entanto, a dupla franco-espanhola beneficiou de uma penalização de 60 segundos atribuída à australiana Molly Taylor e ao sueco Johan Kristoffersson, da equipa do alemão Nico Rosberg, para garantir o primeiro lugar.

Nesta primeira prova do recém-criado campeonato de Extreme E, para veículos de todo-o-terreno elétricos, que se disputa na Arábia Saudita, três das nove equipas à partida tiveram problemas: dois despistes e uma avaria.

Os espanhóis Carlos Sainz e Laia Sanz garantiram a segunda posição, nesta sessão de qualificação disputada em Al-Ula.

Para domingo está prevista a disputa das duas meias-finais e da final desta competição, numa pista de nove quilómetros.

Depois da Arábia Saudita, o campeonato de Extreme E prevê etapas em Senegal, Gronelândia, Amazónia e Terra do Fogo, na Argentina.

O objetivo passa por promover a mobilidade elétrica e sensibilizar o público para as questões ambientais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.