O estónio Ott Tänak (Ford) consolidou hoje a liderança do Rali da Alemanha, no penúltimo dia da 10.ª prova do Mundial, marcado pelo abandono do belga Thierry Neuville (Hyundai), que com Sebástien Ogier (Ford) lidera o campeonato.

O norueguês Andreas Mikkelsen (Volkswagen) é o segundo classificado, a 21,4 segundos do estónio, de 29 anos, enquanto Ogier fecha o pódio, a 29,6 segundos, o que significa que o campeão em título, e quatro vezes vencedor do WRC, está muito perto de voltar a isolar-se na liderança.

Neuville, até aqui empatado com o francês na frente, com 160 pontos, abandonou durante a primeira especial, ainda de manhã, devido à roda traseira esquerda, que sofreu problemas mecânicos e impediu o seu Hyundai de continuar em prova.

No final do dia, em que Ogier confessou não querer tentar subir ao segundo posto por não pretender “tomar quaisquer riscos só por mais três pontos”, Tänak confessou não ter “motivos para preocupação”, ainda que o rali seja “muito complicado e imprevisível”.

“Tenho boas sensações com a corrida, mas ela nunca acaba até cruzar a meta no fim. Até aqui não tive de arriscar muito, e temos de continuar dessa forma, temos uma boa margem”, explicou.

No último dia, correm-se as últimas quatro especiais do Rali da Alemanha, com duas passagens em Losheim am See, com 13.02 quilómetros, e outras duas em St. Wendeler Land, de 12,95 quilómetros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.