O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) subiu hoje à liderança do Rali da Catalunha e parte para o último dia da 14.ª prova do Mundial com 21,5 segundos de vantagem sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20).

O estónio Ott Tanak (Toyota Yaris) subiu do quinto ao terceiro posto da geral, a 24,6 segundos de Neuville, e aproximou-se ainda mais do primeiro título mundial de pilotos, quando fica a faltar apenas o Rali da Austrália para terminar o campeonato.

Tanak tem 28 pontos de vantagem sobre o francês Sébastien Ogier (Citroen C3), que na sexta-feira sofreu problemas de direção e caiu até à 17.ª posição. Hoje, conseguiu recuperar até ao oitavo posto, mas não pode perder mais de um ponto para Tanak para continuar a sonhar com o sétimo título consecutivo de ralis.

Os pilotos enfrentaram seis especiais em asfalto na tirada de hoje. Neuville adaptou-se bem e ascendeu à liderança da prova, vencendo em três dos troços cronometrados, dois de manhã um à tarde.

"Estamos com a motivação e a confiança em alta nestes pisos de asfalto. Vamos continuar a atacar", prometeu Neuville.

O francês Sébastien Loeb, que começou o dia na frente da classificação, não conseguiu acompanhar o ritmo dos adversários e foi perdendo posições até à entrada em parque fechado.

"Na derradeira especial do dia deixei o carro ir abaixo, o que nos custou o terceiro lugar", explicou Loeb, que se sagrou nove vezes campeão mundial de ralis.

Depois de um início "com muita tensão", Tanak foi relaxando "ao longo do dia": "Gostaríamos de continuar a manter a pressão sobre o líder, mas será difícil recuperar o tempo de atraso", reconheceu.

No domingo, os pilotos enfrentam os derradeiros quatro troços cronometrados, com um total de 74 quilómetros contra o relógio, incluindo os 20,72 da ‘power stage', que distribui cinco pontos pelos cinco primeiros classificados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.