A Yamaha renovou o acordo de permanência no Mundial de MotoGP pelo menos até 2026, anunciou hoje o construtor japonês.

O anúncio foi feito hoje, à margem da apresentação das duas equipas que faz competir na categoria 'rainha' do mundial de velocidade, a MotoGP.

A principal novidade é a promoção do francês Fabio Quartararo para a equipa de fábrica, na qual já estava o espanhol Maverick Viñales, e a passagem de Valentino Rossi para a equipa satélite, a Petronas Yamaha, juntando-se ao italo-brasileiro Franco Morbidelli.

Com presença no Campeonato do Mundo de velocidade em motociclismo desde 1961, a Yamaha coleciona 511 vitórias, 38 títulos mundiais de pilotos e 37 de construtores.

O contrato é válido por mais cinco anos, entre 2022 e 2026.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.