O finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris) cimentou hoje a liderança do Rali da Acrópole, na Grécia, nona prova do Mundial de ralis, no penúltimo dia de competição.

O piloto finlandês, que esta manhã partiu com 3,7 segundos de vantagem sobre o estónio Ott Tänak (Hyundai i20), aumentou a vantagem para 30,8 segundos para o piloto estónio após a disputa das seis especiais cronometradas, terminando a jornada com o tempo de 2:36.52,8 horas.

O francês Sébastien Ogier (Toyta Yaris), sete vezes campeão do mundo e detentor do título, continua na terceira posição, mas agora a 40,2 segundos do seu companheiro de equipa, com o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) em quarto, mas já a 2.09,4 minutos do líder.

“De manhã fui muito lento mas o objetivo principal continua ao alcance. Terminar no pódio pode ser um bom passo para o título”, frisou o francês, líder do campeonato, que viu o seu mais direto perseguidor, o britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris), afundar-se na classificação na sexta-feira devido a problemas mecânicos.

Já Kalle Rovanperä, filho de um antigo piloto de ralis, Harri Rovanperä, mostrou-se satisfeito com o trabalho realizado.

“Na secção da manhã fomos muito lentos. Depois fizemos algumas alterações para nos proteger das zonas duras e, com isso, perdemos tração. Mesmo assim foi um bom dia”, explicou Rovanperä, que terminou, dizendo que foi “esperto” e não fez “nada estúpido” que pusesse em causa a vitória.

Para domingo, estão previstas as derradeiras três especiais, com um total de 69,25 quilómetros cronometrados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.