A nadadora Rikako Ikee, uma das esperanças japonesas para Tóquio2020, está pronta para retomar a competição, após superar uma leucemia que a afastou das piscinas durante um ano e meio, noticia hoje a comunicação social nipónica.

Ikee, de 20 anos, especialista nos 100 metros mariposa e nos 200 metros livres, era apontada às medalhas nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021, devido à covid-19, mas em fevereiro de 2019 a sua carreira foi interrompida com o diagnóstico de leucemia.

A jovem nadadora esteve 10 meses internada e, desde que recebeu alta em dezembro de 2019, recuperou, aos poucos, o ânimo e a forma física e está pronta para regressar à competição, segundo a emissora pública de televisão NHK.

De acordo com a NHK e a agência de notícias Kyodo, Rikako Ikee inscreveu-se na prova de 50 metro livres num torneio organizado pela Associação de Natação de Tóquio, a decorrer em 29 de agosto, que deverá assinalar o ser regresso à competição.

A assessoria de imprensa da Associação de Natação de Tóquio escusou-se a confirmar a presença de Ikee no torneio, informando apenas que as inscrições para o evento ainda se encontram abertas.

Em 2019, Ikee tornou-se na primeira desportista em todas as disciplinas a ganhar seis títulos (estafeta 50m, 100m, 4x100m livre, 50m e 100m mariposa e 4x100 m estilos) nos Jogos Asiáticos.

Após a doença, Ikee redefiniu os seus objetivos para os Jogos Olímpicos Paris2024, mas o adiamento de Tóquio2020 para 2021, devido à pandemia de covid-19, deixa em aberto a hipótese de a japonesa ainda poder competir em casa.

Ikee foi a figura principal de um vídeo promocional de Tóquio2020, lançado em 23 de julho, um ano antes do início das competições olímpicas, em que a nadadora apela à “esperança para superar todas as adversidades”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.