Portugal fechou hoje com a conquista de duas medalhas de bronze, conseguidas por Marco Meneses e Diogo Cancela, o penúltimo dia de competição nos Mundiais de natação adaptada, que decorrem no Funchal.

Em finais separadas por poucos minutos, Marco Meneses e Diogo Cancela chegaram ao bronze nos 100 metros costas S11 (deficiência visual) e 200 metros estilos SM8 (deficiência motora), respetivamente.

Depois das duas conquistas, que colocaram Portugal no quadro de medalhas da competição, Ana Castro foi sétima na final dos 200 metros estilos SM8, com a marca de 3.21,57 minutos, e Ivo Rocha foi oitavo nos 200 livres S5, com 3.04,00.

No sábado, último dia de competições, os dois medalhados portugueses voltam à piscina: Diogo Cancela nada as eliminatórias dos 100 metros bruços SB8 e Marco Meneses tenta um lugar na final dos 400 livres S11.

Também no sábado, Susana Veiga nada as eliminatórias dos 50 metros livres S9, distância na qual é vice-campeão mundial, campeã e recordista europeia, e Tomás Cordeiro participa nos 100 metros costas S10.

Após seis dias de competição, a Itália lidera o quadro de medalhas, com um total de 52 (22 de ouro, 17 de prata e 13 de bronze), seguida dos Estados Unidos, que somam 31 (18 de ouro, sete de prata e seis de bronze), e do Brasil, que segue com 44 (16 de ouro, nove de prata e 19 de bronze).

Portugal, que hoje conseguiu duas medalhas de bronze, ocupa a 37.ª posição no quadro de medalhas, em igualdade com a Eslováquia.

Os Mundiais de natação adaptada, que são a primeira grande competição internacional do ciclo paralímpico Paris2024, decorrem até sábado no Funchal e juntam mais de 600 atletas, de 70 países, entre os quais 10 portugueses.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.