O Direito conquistou hoje a Supertaça portuguesa de râguebi, ao vencer de forma clara o campeão CDUL por 33-15, em encontro disputado no Centro de Alto Rendimento do Jamor, em Oeiras.

Foi um triunfo incontestável do vencedor da Taça de Portugal, com o Direito a dominar por completo o primeiro período de jogo, numa fase em que obteve dois ensaios (Vasco Fragoso Mendes e Adérito Alves) e viu Gonçalo Malheiro brilhar.

Malheiro esteve em muito bom plano nos pontapés de ressalto e nas conversões, mas foi o ensaio de Adérito Alves que ilustrou o bom râguebi disputado, num lance em que o jogador apareceu entre linhas, solicitado com um passe de costas.

O CDUL apenas começou a reagir na metade do primeiro período, conseguindo chegar ao intervalo com uma diferença de dez pontos (10-20), depois de um ensaio de Tomás Noronha e conversão de Pedro Cabral, que despertaram a equipa.

No segundo tempo a diferença diminuiu para 15-20, mas o CDUL viria novamente a perder terreno, acentuado com um ensaio ao cair do pano, de João Travassos (conversão de Pedro Leal), que colocou as diferenças em 18 pontos (15-33).

A nota negativa veio na parte final do encontro, com a expulsão dos capitães de ambas as equipas, Vasco Uva (Direito) e Gonçalo Foro (CDUL).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.