A seleção portuguesa de râguebi sub-20 inicia no sábado a defesa do título Europeu, com o objetivo de conquistar um bilhete para o relvado do Estádio Cidade de Coimbra, uma semana depois, durante o Portugal-Japão em seniores.

A final do Europe Championship 2021 disputa-se no mesmo dia em que os ‘lobos’ recebem o 10.º classificado do ‘ranking’ da World Rugby, em 13 de novembro, também na cidade do Mondego, e está previsto que o campeão receba a taça durante o intervalo desse jogo, revelou à Lusa o selecionador dos sub-20.

“Seria bonito conseguir erguer a taça perante um estádio cheio. É essa a perspetiva com que partimos para o Europeu”, assumiu Nuno Aguiar.

A programação da final dos sub-20, às 14:00, foi feita para permitir que todos os adeptos que se desloquem a Coimbra possam assistir aos dois encontros, deslocando-se entre Taveiro, a cerca de 15 quilómetros, e o Estádio Cidade de Coimbra, onde às 17:10 se inicia o Portugal-Japão.

No entanto, para que os sub-20 consigam fazer o mesmo percurso, com entrada direta para o relvado do recinto construído para o Euro2004 de futebol, terão de vencer a República Checa, no sábado, nos quartos de final, e a Rússia ou a Roménia na quarta-feira, nas meias-finais, além da “Espanha, provavelmente”, na final.

“Tradicionalmente temos cruzado sempre com a Espanha e temos conseguido ganhar, apesar de ser sempre renhido”, comentou Nuno Aguiar, perspetivando já uma decisão com os ‘leones’, vice-campeões, entre 2017 e 2019, anos em que Portugal se sagrou tricampeão.

Em 2020, o torneio foi cancelado devido à pandemia de covid-19 e, este ano, pelo mesmo motivo, foi ‘empurrado’ para novembro, quando “costuma disputar-se por altura da Páscoa”, o que condicionou bastante a preparação.

“Só nestes três dias [entre segunda-feira e quarta-feira] conseguimos juntar todos os jogadores e não conseguimos fazer nenhum jogo de preparação, quando, normalmente, teríamos cinco ou seis jogos. A parte positiva é que eles jogaram pelos seniores e foram rodando nos Lusitanos XV”, desabafou o técnico.

Mas mesmo com as condicionantes na preparação, “a perspetiva é mesmo para ganhar” o Europeu e garantir, dessa forma, uma vaga no World Trophy do escalão, que deverá voltar a disputar-se em 2022, até porque este é “um grupo com jogadores com muita experiência para a idade”.

“Uns já estiveram no grupo da seleção [sénior] de ‘sevens’, outros estiveram ligados aos Lusitanos XV. Dos 26 selecionados, a maior parte jogam nas principais equipas portuguesas, estão habituados a um ritmo elevado, aliado também ao nosso dinamismo, destas novas gerações, onde têm aparecido jogadores muito talentosos”, analisou Nuno Aguiar.

O Rugby Europe Championship sub-20 disputa-se entre sábado e 13 de novembro, em Coimbra, com a participação das seleções de Portugal, Espanha, Países Baixos, Roménia, Rússia, Bélgica, Alemanha e República Checa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.