Os surfistas portugueses Sidney Guimarães e Afonso Antunes qualificaram-se hoje para a segunda ronda do Azores Airlines Pro, campeonato do circuito de qualificação da World Surf League (WSL) que começou hoje na Praia de Santa Bárbara, na Ribeira Grande.

O luso-brasileiro Sidney Guimarães venceu a primeira bateria da ronda 1, com uma pontuação total de 11,83 pontos, à frente do australiano Jackson Baker (9,03), do brasileiro Rafael Teixeira (8,16) e de outro australiano, Caleb Tancred (5,90), enquanto Afonso Antunes ganhou o 'heat' 12 (que só contou com três surfistas) com 12,60 pontos, seguido pelo norte-americano Michael Dunphy (12,20) e pelo brasileiro Vítor Mendes (11,67).

Os outros portugueses que já entraram na água no dia de estreia do da prova que se realiza em São Miguel não tiveram a mesma sorte, com o luso-brasileiro Halley Batista a ficar no último posto da bateria 5 (7,90 pontos) e o também luso-brasileiro Pedro Henrique a não conseguir ir além da terceira posição no 'heat' 7 (9,27).

Neste primeiro dia realizaram-se 12 das 24 baterias da ronda inaugural, em que também vão marcar presença os lusos Frederico Magalhães (bateria 13), Eduardo Fernandes (16), Pedro Coelho (18), Henrique Pyrrait (19), Luís Perloiro (20), Vasco Ribeiro, Miguel Blanco e Francisco Carrasco, todos no 'heat' 24.

Por seu turno, Frederico Morais e os 'wild cards' (convidados) açorianos Peter Healion e Jácome Correia, que fecham o contingente de 15 surfistas lusos nesta prova, só iniciam a sua participação na segunda ronda.

A próxima chamada do Azores Airlines Pro (6.000 pontos) está marcada para as 07:45 (08:45 em Lisboa).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.