O ainda presidente da Câmara municipal de Peniche, António José Correia, acredita que o seu sucessor manterá a prova do circuito mundial de surf na região, apesar de reconhecer que "as mãos não são as mesmas".

"Eu estarei cá, as mãos não são as mesmas, porque todos nós somos diferentes, mas seguramente que vou continuar cá. Disponibilizei-me para qualquer colaboração. Eu estarei cá", começou por referir, prosseguindo: "A prova tem tudo para continuar no oeste, se existiram razões que dependam da localidade."

Em declarações prestadas à agência Lusa à margem da apresentação do Meo Rip Curl Pro, décima e penúltima etapa do circuito mundial de surf, António José Correia espera que o novo presidente eleito, Henrique Bertino, não "tenha dúvidas para dar continuidade ao desafio de forma substantiva", justificada pela "aposta" dos apoios e patrocínios.

Com três mandatos consecutivos atingidos, que o impossibilita de continuar à frente da câmara, o autarca recebeu um troféu igual ao dos campeões que triunfaram em Peniche ao longo dos últimas edições.

"Muito orgulho, muita satisfação. O impacto que o campeonato do mundo tem para Peniche, para todos, foi aqui reconhecido. Este troféu que me atribuíram foi uma grande surpresa da grande parceira que é a WSL [World Surf League]. Ter um troféu igual aos dos vencedores não poderia ter melhor", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.