"Agora está na moda falar de saúde mental, mas o que aconteceu comigo foi 20 vezes pior", começou por dizer o tenista australiano, antes de disputar o torneio de Washington.

"Elas têm boa imprensa, não recebem mensagens de ódio ou multas históricas", acrescentou.

Kyrgios comentou ainda o impacto negativo que o ténis viria a ter na sua saúde mental.

"Este desporto esteve muito perto de me levar a um sítio escuro, mentalmente foi difícil e tinha apenas 18 anos. Era um dos jogadores mais conhecidos na Austrália e um dos mais criticados pelos meios de comunicação social. Agora tenho 26 e sou suficientemente maduro para saber que é tudo uma m****", defendeu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.