O tenista alemão Alexander Zverev anunciou hoje que vai falhar o US Open, último ‘Grand Slam’ da temporada, que arranca em 29 de agosto, por ainda não estar recuperado da lesão no tornozelo que sofreu em Roland Garros.

O número dois do ‘ranking’ mundial não estará em Nova Iorque para tentar repetir a final de 2020, que perdeu para o austríaco Dominic Thiem, dando antes entrada no quadro principal ao norte-americano Stefan Kozlov.

O germânico sofreu uma rotura de ligamentos no tornozelo direito enquanto defrontava o espanhol Rafael Nadal por um lugar na final de Roland Garros, em 23 de maio, e foi operado duas semanas depois.

Sem Zverev em Flushing Meadows, o torneio fica sem o campeão olímpico e vencedor de cinco Masters 1.000, além das Finais ATP de 2018 e 2021, e pode ainda perder outro nome do ‘top 10’.

Outra possível ausência é a do sérvio Novak Djokovic, que já falhou esta época o Open da Austrália por não estar vacinado contra a covid-19, tendo também ficado de fora dos torneios norte-americanos que precederam o US Open, em Washington, Montreal e Cincinnati.

Apesar de o torneio, que em 2021 foi vencido pelo russo Daniil Medvedev, atual número um mundial, não exigir certificado de vacinação, o governo dos Estados Unidos exige-o à chegada ao país.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.