O tenista eslovaco Andrej Martin, 101.º do 'ranking' mundial, é o adversário de João Sousa, 77.º da hierarquia, na primeira ronda do 'Grand Slam' francês de Roland Garros, cujo quadro principal arranca no domingo, em Paris.

Esta é a terceira vez que os dois jogadores, ambos com 31 anos, vão medir forças, tendo o eslovaco vencido duas vezes, a última em 2016, nos quartos de final do torneio croata de Umag.

Os restantes dois encontros saldaram-se por uma vitória para cada e datam já de 2013, em dois torneios do circuito 'challenger', tendo Martin vencido Sousa na final do torneio italiano de San Benedetto e o português derrotado o eslovaco nos quartos de final do torneio alemão de Furth.

Caso supere o seu adversário da primeira ronda, o tenista luso defronta na etapa seguinte o vencedor do embate entre o búlgaro Grigor Dimitrov, 18.º cabeça de série, e o francês Gregoire Barrere (102.º).

O líder do 'ranking' mundial e vencedor em Roland Garros em 2016, o sérvio Novak Djokovic, não deverá sentir grandes dificuldades no arranque do torneio, defrontando nesta ronda inaugural o sueco Mikael Ymer, 80.º do mundo, o mesmo sucedendo com o espanhol Rafael Nadal, segundo do 'ranking' e vencedor das três últimas edições do torneio, que vai defrontar o bielorrusso Egor Gerasimov, 83.º

Realce ainda nesta primeira ronda para os encontros que vão envolver o suíço Stanislas Wawrinka, 17.º do 'ranking', ao britânico Andy Murray, 111.º e que participa no torneio gaulês com um 'wild card', e para o embate entre o austríaco Dominic Thiem, terceiro do mundo, e o croata Marin Cilic, 39.º da hierarquia.

O tenista português Frederico Silva, 193 do ‘ranking’ está na terceira e última ronda da fase de qualificação do torneio, defrontando na sexta-feira o checo Tomas Machac, 252 do mundo, por um lugar no quadro principal. Pedro Sousa e João Domingues caíram na primeira ronda do ‘qualifying’.

No quadro feminino, a romena Simona Halep, que conquistou o torneio em 2018, vai defender o estatuto de primeira cabeça de série frente à espanhola Sara Sorribes Tormo, 78.ª do 'ranking'.

Perante a ausência das primeira e terceira da hierarquia mundial, a australiana Ashleigh Barty, vencedora em 2019, e a japonesa Naomi Osaka, a checa Karolina Pliskova, quarta do mundo, surge como segunda pré-designada e defronta na ronda inaugural uma jogadora vinda da fase de qualificação.

Depois de não ter conseguido no Open dos Estados Unidos a conquista do tão almejado 24.º triunfo em torneios do 'Grand Slam' a norte-americana Serena Willias, nona do mundo e sexta jogadora do torneio, tem nova oportunidade, defrontando no arranque a sua compatriota Kristie Ahn, 101.ª da hierarquia.

O quadro principal do torneio de Roland Garros, que estava agendado para se disputar entre 24 de maio e 07 de junho últimos e foi adiado devido à pandemia decovid-19, arranca no próximo domingo em Paris, uma competição que prevê a presença de algum público, cerca de 5.000 pessoas diariamente, embora surjam algumas notícias de que o governo francês imponha ainda uma redução para cerca de 1.000 devido ao novo aumento de casos com o novo coronavírus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.