Os portugueses Pedro Araújo, Tiago Pereira e Gonçalo Falcão qualificaram-se, na jornada desta segunda-feira, para a última ronda do qualifying do Loulé Open by Cimpor.

Terceiro favorito a ultrapassar a fase de qualificação, Pedro Araújo (643.º) não desiludiu e superou o alemão Michel Hopp (1529.º) em duas partidas, por 6-3 e 6-4, em apenas 67 minutos.

Com esta vitória, o jovem lisboeta de 20 anos — que disputou as meias-finais do Loulé Open em 2021 — garantiu um lugar na ronda de acesso ao quadro principal contra o espanhol Tomas Curras Abasolo (1555.º).

Pelo mesmo caminho seguiu Tiago Pereira, algarvio (número 1434 mundial) que impôs os parciais de 6-1 e 6-3 ao convidado britânico Mason Dace, sem classificação internacional, para agendar encontro com Dali Blanch. O norte-americano tem a seu cargo o estatuto de sétimo pré-designado fruto da 815.ª posição que ocupa na tabela ATP.

O trio de jogadores portugueses apurados para a derradeira fase do qualifying ficou completo com Gonçalo Falcão, o mais velho de todos os que compõem a vasta comitiva lusa. Aos 35 anos, o atual campeão mundial de veteranos em singulares, pares masculinos e pares mistos no escalão de +30 surpreendeu o quinto pré-designado, Mick Veldheer (710.º), dos Países Baixos, por 4-6, 7-6(3) e 10-4.

Assim, Falcão juntou-se a João Marcos Nusdeo na ronda final. O brasileiro, número 1204 mundial e 12.º cabeça de série, superou o português Tomás Tenil por 6-3 e 6-1.

Ainda esta segunda-feira, o Loulé Open despediu-se de João Dinis Silva, Manuel Guedes de Almeida e Afonso Portugal, que não conseguiram dar seguimento às vitórias da primeira ronda.

Caso ultrapassem a terceira ronda do qualifying na jornada de terça-feira, Pedro Araújo, Tiago Pereira e Gonçalo Falcão aumentarão para oito o número de tenistas portugueses presentes no quadro principal do Loulé Open. O algarvio Gonçalo Oliveira (atual 473.º ATP e ex-194.º) foi o único a conseguir entrada direta, enquanto Duarte Vale (558.º), Jaime Faria (588.º e vencedor do pré-qualifying), Henrique Rocha (639.º) e Fábio Coelho (1012.º) receberam os quatro wild cards à disposição da organização.

Sorteado esta segunda-feira, o quadro principal de singulares do Loulé Open by Cimpor tem como primeiro cabeça de série o belga Michael Geerts (243.º), mas a maior estrela do torneio é o segundo pré-designado Lukas Rosol (262.º).

O checo de 37 anos já esteve na 26.ª posição do ranking mundial e para além de contar com dois títulos em quatro finais ATP tem no currículo duas vitórias mundialmente famosas: uma delas frente a Rafael Nadal na segunda ronda de Wimbledon, em 2012, e a outra no encontro de pares mais longo da história do ténis, ganho após 7h01 ao lado do compatriota Tomas Berdych contra Stan Wawrinka e Marco Chiudinelli na Taça Davis de 2013.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.